Arquivos

Categorias
Todas as mensagens
 Sacanagem
 Besteirol
 Manual
 OLD Porém GOLD
 Printadas

Votação
 Dê uma nota para meu blog

Outros links
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis
 Curtiu? Deixa um Scrap no Meu Orkut
 Blog do Julinho Mesquita
 o Fantástico Mundo do Tulin
 iSatélite



LINK-ME






Us bagui 100 Futuro
 


Doce Vida de Desempregado

Olá gente que ama (ou faz isso por obrigação) ler as coisas toscas que escrevo, cá estou novamente desempregado. Tem gente que me chama de vagabundo, desinteressado, inútil, ameba e afins, dos quais se eu receber 1 real pra cada adjetivo desses, realmente não necessitaria procurar, muito menos arruma um emprego. Pois bem, eu particularmente estou sossegado quanto ao meu desemprego, pois o Brasil sofre tanto com ele, eu simplesmente estou cedendo o meu para uma pessoa que realmente necessita. O real problema são os outros, os outros que me tormentam, que me estressam e que tentam me chatear com essa situação, pois bem, aqui vos falo quem e o que me chateia por causa dessa condição de desempregado que resolvi assumir (soou muito gay hein).


Minha singela Mamãe – Desde que sai do Exército minha mãe me persegue. Ela todo dia me acorda coma a pergunta: - E ai cara, quando você vai acordar pra vida? Mas ela sabe que só acordo entre as 11 e meio dia e ainda não sei por que ela insiste na pergunta tosca. Eu não posso passar minhas tardes só de short jogando vídeo game, que ela vem com suas frases de auto-ajuda do tipo: Vamos reagir. Vamos fazer algo da vida. Ela está me olhando jogando vídeo game, sei que não é algo tão louvável quanto ser um ator das novelas que ela assiste, mas estou fazendo algo sim da vida.


Os outros desempregados – Esse é um caso complicado, tem umas almas fracas e desempregadas que vivem falando: - Eu não posso mais viver sem um emprego. Então tenho que dar uma de psicólogo dar uns dois tapas na cara do sujeito e falar: - Você pode e você vai viver sem emprego, emprego é como uma perna, sem ela você pode sobreviver, não vai sobreviver com o mesmo conforto, mas vai sobreviver. E não deixe esse sistema capitalista frio e cruel interferir e manipular a sua vida. É uma mistura de Psicólogo com Revolucionário.


Os que têm emprego – Esse é o povo mais chato, eles são metidos a moralistas e acham que estão certos e tentem te chatear com frases: - Você acha que o emprego vai bater na sua porta? Mas mal sabem eles que minha mãe já sabe que se ele aparecer é pra falar que não estou e não sabe onde fui. Só porque eles têm um emprego acham que são melhores do que eu, e toda a coisa chata. O que eles tem o que eu não tenho? Eles têm um chefe chato, tem que acordar 5 da manhã pra pegar o ônibus, eles tem salário. Mas eu tenho uma coisa melhor. PAPAI QUE ME AMA e quando estou no aperto, me ajuda.

 


Enfim, foi uma sátira do meu momento atual, sei que quando você terminar de ler isso aqui vai falar que tem pena de mim, que sou um vagabundo e afins. Mas me diz uma coisa que eu não sei. Enfim, mas para os que estão achando: E ele depois disso tudo não procura emprego não? Aqui respondo e mato a curiosidade. Eu estou procurando emprego. O Foda é que ele se esconde muito bem. Beijo na Bunda e Até Segunda lá Na Faculdade e o Importante é ser Sincero.



Escrito por I.C às 13h27
[] [envie esta mensagem
] []



 
  [ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]